Banda - Statik Majik

Banda - Statik Majik

 

|Voltar| |Playbacks para comprar | |Cursos de Canto| |Fale conosco| |Endereço|

VENDA DE PLAYBACKS COLEÇÃO DE BOSSA NOVA STUDIO MEL COM 40 PLAYBACKS

Música - Drowning in Despair - Thiago Velasquez

PLAYBACK STUDIOMEL

Primeiro clipe do segundo álbum,
Wrath of Mind, da banda de HEAVY Metal, Statik Majik
com a música Drowning in Despair

PLAYBACK STUDIOMEL

 

|Voltar| |Playbacks para comprar | |Cursos de Canto| |Endereço|

VENDA DOS PLAYBACKS ORIGINAIS  DA BANDA BAR?O VERMELHO

 

PLAYBACK STUDIOMEL

STATIK MAJIK:
Thiago Velasquez - Baixo e Voz
Leonardo Cintra - Vocal – Guitarra
Luis Carlos - Bateria e Backing Vocals

PLAYBACK STUDIOMEL

 

PLAYBACK STUDIOMEL

STATIK MAJIK

Drowning In Despair

 

I never thought I could get this far
You said you don't wanna see me again
I still remember how paintful were your words
Slashing through my veins and tearing my heart

Paintful memories fulfills my mind bringing despair and agony
Feeling so cold and bleeding deep inside
It feels like it has thorn a part of me
Just want to see your eyes again
And feel the touch of your love

I'm falling on my knees in pain
Drowning in my own blood in vain..

Being alone in this dark cold shell, feeling the death so near me
Drowning in an river of blood and tears, fading in my own memories
If I could only hold your hand
And feel my heart beating once again

I'm falling on my knees in pain
Drowning in my own blood in vain..

I've been holding my last breath
I'll call your name until the end

I'm falling on my knees in pain
Drowning in my own blood in vain..
Being tied up in chains again
I still cry out your name...in vain

 

PLAYBACK STUDIOMEL

Década de 2002 - 2014



A Statik Majik começou suas atividades em 2002 quando na época, Luis Carlos (baterista) desestimulado com suas bandas atuais, resolveu fazer um som que mais o inspirava musicalmente e já batizada de Statik Majik, gravou sua primeira demo em 2003, com apenas 6 meses de trabalho, intitulada: "Be Magic!". A repercussão na mídia especializada foi boa e assim como o trabalho da banda foi bem recebido entre amantes do gênero musical com boas resenhas em revistas especializadas. A repercussão fez com que a banda participasse de 2 coletâneas: “Locos Gringos have a Party” e “Extreme Underground 2”.

Diante de uma boa receptividade, a banda entra em estúdio em 2004 para gravação de um novo trabalho em formato demo, chamado: “Utopia Sunrise”. Este trabalho trazia 6 músicas, e contrário do trabalho anterior, vinha mais diversificado em suas influências. Novamente as resenhas foram muito positivas, e no ano seguinte a banda ainda participou de uma coletânea lançada em vinil chamada: “Warriors of Dark Sun”, que teve uma ótima repercussão no exterior, Porém, nem tudo estava indo bem com a banda já que havia conflitos internos entre alguns integrantes e a banda acabou por encerrar suas atividades.

Em 2006 era hora de dar a volta por cima, então, Luis Carlos resolveu retornar suas atividades com a banda, reformulando toda formação e trazendo pra Statik Majik, o baixista Evandro de Souza, que já estava em sua formação anterior e adicionando o vocalista Rafael Tavares e o guitarrista Marlon Guedes. Assim a banda iniciou o projeto de lançar um Ep, com músicas novas e regravações, e assim saiu em 2007: “Redemption”, um trabalho que, se musicalmente não mostrava uma evolução sonora da banda, estava concentrado ali uma fúria contida em 4 músicas e no desejo incomum de seguir em frente com a banda. A Statik Majik começou a fazer shows de divulgação, tendo feito apresentações fora do RJ (capital) pela primeira vez, tocando em Macaé, Minas Gerais (no roça and roll pra 5 mil pessoas), Uberlândia, etc. Mas, apesar de todas as conquistas, os problemas internos continuaram e nas gravações do seu primeiro Cd é que eles vieram à tona, e mesmo com o lançamento de um single: “Shadows of Hope”, mudar a formação foi a solução ideal para que a banda continuasse com seu trabalho, então, com a saída de Rafael e Marlon, a banda prosseguiu e que neste momento já contava com Thiago Velásquez no baixo e que agora, assumia também o posto de vocalista, fazendo com que a Banda se tornasse um trio. Isso acarretou com que a gravação demorasse, mas também, que a banda alcançasse um melhor resultado.

O trabalho intitulado “Stoned on Musik” contém 9 músicas. A produção ficou a cargo de Flavio Pascarillo (baterista da banda Nordheim e Tribuzy), além da supervisão e apoio que teve de pessoas como Carlos Lopes (Mustang). Em 2010, o primeiro Cd é lançado e intitulado “Stoned on Musik”, e com isso vem uma tour com bastantes shows pelo Brasil e adição de Thiago D`Lopes na Guitarra, shows estes que tiveram divulgação durante todo anos de 2011 e 2012, além da divulgação do clipe da música “Statik Majik”. Em 2013, focaram na gravação do segundo CD intitulado “Wrath of Mind” e dessa vez contando com a excelente produção de Renato Tribuzy, mas mesmo com todo trabalho de uma gravação, a Banda não parou e fizeram turnês que passaram pelo Equador, Peru, Alemanha, França, Italia, espanha, Holanda e Belgica, além de um pela pelo Norte/Nordeste do Brasil, que passou pelo Ceará, Maranhão, Tocantins, Para, Rio Grande do Norte, e no meio de todo esse trabalho, a Banda vinha com um single e um clipe lançado da música “Drowning in Despair”. Em Novembro o segundo CD foi lançado e assim a Banda vem divulgando o trabalho em todas as mídias possíveis, encerrando a turnê em Dezembro com 2 excelentes shows pelo Rio de Janeiro e Minas Gerais, e estreando Leonardo Cintra na Guitarra, que entrou no lugar de Thiago D`Lopes. Para este ano, a banda já tem programada novas turnês, que deverá passar péla Colombia, Bolivia e também alguns estados do Brasil como Para, Minas Gerais, etc. e programando um novo clipe.

 

TELEFONES PARA CONTATO :
(021) 3073 0000 (021) 98344 4808

 

UM GRANDE ABRAÇO.

 

MAESTRO Ernesto Leal - OMB 33.997