Voltar Contatos Mapa
www.studiomel.com
› A Qualidade da Voz
› A Altura
› A Intensidade
› O Timbre
› A Homogenidade
› A Afinação
› O Vibrato
› O Alcance da Voz
› A Classificação Vocal
› A Função Vocal
› O Gesto Vocal
› A Técnica Vocal
› Vocalizes
› Erros Técnicos
Percepção Musical
› O Som e a Audição
Preservação da Voz
A Voz Rouca
› Cantoterapia

Studio Mel
Cursos e preços
Nossa localização

Atendimento:
de segunda à domingo
das 10:00 às 22:00 hs.
subscreva
_Ou_Mande um email__
 


Direção Geral



Maestro Ernesto Leal
OMB 33.997

 


AULAS DE CANTO

O nosso curso é direcionado àqueles que se dedicam a arte de cantar e que sonham em se profissionalizar. Nós Atendemos também de FORMA PERSONALIZADA A TODOS OS ALUNOS INICIANTES e a todos aqueles que querem cantar somente como uma TERAPIA OU HOBBY.

 


School Spotlight

 

 

IDADE PARA COMEÇAR

 

Todos podemos começar a cantar em qualquer idade a partir dos 05 anos. Como exemplo você pode escutar o nosso aluno HUMBERTO QUE CANTA " O SOLE MIO " que começou a cantar aos 72 anos de idade. Não há limite de idade se você quer começar a cantar.

 

 

Aviso

 

IMPORTANTE



As música estão em arquivos MP3 de 128 kps para que tenham a qualidade de CD.Seus tamanhos variam de 3 até 5 MB . Com internete acesso discado _de 58 kps _o download das músicas demora _de 15 até 20 minutos para começar a tocar. Aguarde para escutar nossos alunos


__________


NOSSOS ALUNOS

 


Daniel Antunes
Strani Amori


aulas de canto - Aluno Daniel




Claudia Beatriz
You need me

aulas de canto - Aluna Claudia



Cristiane
The greast love of all


aulas de canto - Aluna Cristiane

 



aulas de canto - Aluna Sonia


Humberto


aulas de canto - Aluno Humberto


 

O NOSSO CURSO

A Técnica da Voz Cantada , abordada em nosso curso de canto pelo maestro Ernesto Leal, transmite todos " os segredos" do assunto em uma linguagem simples e bastante acessível a todos os interessados na arte de cantar. Arte esta que utiliza o mais prefeito instrumento musical já "inventado": a voz.

O maestro Ernesto aborda a técnica vocal desde as noções básicas de anátomo-fisiologia até sua aplicação na prática do canto, não esquecendo os aspectos psicológicos e sensoriais do gesto vocal. O objetivo essencial é de desenvolver a voz natural do aluno, que pode adquirir o estilo, a declamação, a inteligência do texto e a interpretação, mas nada poderá lhe dar aquilo que ele deve ter naturalmente: um bom órgão vocal e "o instinto do canto"  –  um dom raro e insubstituível.

A voz humana é um instrumento único, desde que o cantor saiba torná-la ágil, dócil e expressiva. E não há dúvida que o talento do cantor depende de sua personalidade, estilo, poder de expressão, gosto e ritmo. Todas estas qualidades são dons naturais que só irão progredir se praticados e treinados à exaustão.


Atendimento

STUDIO MEL

&
GLOBO FAMA

Rua Valparaíso, 83 / 302 - Tijuca. Rio de Janeiro
CONTATO

Tel :    (021) 3283-3000
Cel :    (021) 98344-4808

De segunda-feira á domingo no horário das 10:00 às 22:00.

 

 





 

A TÉCNICA DA VOZ CANTADA

Páginas
9
10
11
12
13
14
15
 

 

 

VOLTAR AO PROGRAMA
COMPLETO DE TÉCNICA VOCAL

Nosso Email studiomel@studiomel.com


_A_Classificação Vocal_________--_página_ 9

Considerações:

Para um professor inexperiente. é um problema difícil e delicado. E também um problema sério pois dela vai depender a carreira do cantor. Existem vozes naturais que podem ser imediatamente classificadas. Outras, mais numerosas, só podem ser classificadas após longos meses. De uma forma geral , os professores de canto confiam no seu ouvido, na facilidade do aluno para o grave ou para o agudo, na tessitura, e principalmente no timbre. Mas a apreciação de sua qualidade varia com cada indivíduo!

 

Não podemos tomar como referencia somente o gosto do professor ou do aluno, nem o resultado da técnica de alguém que não é mais um iniciante. Esta última seria conseqüência de uma pesquisa sistemática da ressonância palatal, nasal, bucal, sendo importante que, através de um trabalho bem adaptado, se possa distribuí-las harmoniosamente, obtendo-se desta forma as características acústicas do timbre natural do cantor.
___Para ser válida, a classificação da voz deve ser feita, principalmente, sobre as bases anatômicas, morfológicas e acústicas. É preciso considerar vários
fatores, dos quais uns são predominantes e outros são secundários.

 

Fatores Predominantes.

1 - A tessitura - é o conjunto de notas que o cantor pode emitir facilmente.

 

2 - A extensão vocal - abrange a totalidade dos sons que a voz pode realizar.

A extenssão vocal pode variar de acordo com :



_______2.1 - A forma e o volume das cavidades de ressonância.
______Que são variáveis para cada indivíduo.


_______2.2 - O comprimento_ e a espessura das cordas vocais.


_______2.3 - O timbre que é uma qualidade do som que permite ____________diferenciar cada pessoa, de reconhecê-la... Ele é ___
____________apreciado de modos diferentes.


 


Características Morfológicas .

_____ Geralmente admitirnos que um tenor ou um soprano são brevilineos, baixos e gordos, que um baixo ou um contralto são altos e magros!... Mas isto não é uma constante. Há tantas exceções que estes fatores não podem ser considerados como determinantes. Eles podem apenas confirmar os fatores predominantes e facilitar a classificação.

Devemos considerar, também, que numerosas pessoas apresentam desarmonias nos órgãos vocais e respiratórios. Desta forma podemos encontrar cantores com cordas vocais grandes e caixas de ressonância pequenas, ou uma capacidade respiratória insuficiente, ou pequenas cordas vocais com um grande ressonador , ou uma laringe assimétrica: uma corda vocal ou uma aritenoide mais desenvolvida de um lado, uma assimetria faringo-laringea provocada por uma escoliose cervical.
         Tudo é possível! Quando existe muita discordância, a voz, mesmo sendo muito bela, será curta, ela terá poucos graves ou um agudo limitado. Mas quando estas discordâncias são pouco sensíveis, dada a capacidade de adaptação dos orgãos vocais e se utilizamos uma boa técnica respiratória, elas poderão ser compensadas com eficácia.
____Sabemos que um cantor pode produzir sons que parecem ser de boa qualidade, mas emitidos com péssimas coordenações musculares, o que leva mais ou menos rapidamente, a dificuldades vocais. Acontece também que uma pessoa adquire um timbre particular por mau hábito, por uma técnica mal adaptada ou por imitação. Ela pode estar cantando numa outra categoria de voz, forçando nos graves, ampliando anormalmente sua extensão em direção aos agudos etc... Pois, quando é jovem, o cantor pode fazer de tudo com sua voz e portanto pode mudar seu timbre natural. Estas multiplas modificações podem ser explicadas pelas possibilidades de adaptação das cavidades de ressonância, que permitem uma grande variedade de coloridos utilizados de maneiras diferentes dependendo do caráter da obra musical.

_____É importante saber que a classificação da voz falada se processa como a da voz cantada. É o mesmo instrumento, a mesma constituição anatômica, a mesma função fisiológica. Deve haver concordância entre as duas vozes, tanto para o timbre como para o modo de emissão. Caso contrário, ou o cantor esta mal classificado, ou ele modifica a altura tonal da voz falada, geralmente tornado-a mais grave. De qualquer modo, é prejudicial para um cantor, falar ou cantar com uma voz que não corresponda a sua constituição anatômica. Portanto, quando se fala é preciso lembrar daquilo que chamamos "0 uso primordial da voz". Para um soprano é aproximadamente o re 3 para um mezzo si 2 e para um contralto, sol 2. Em definitivo, o melhor critério para a classificação do cantor é quando a emissão se apóia no bom uso do sopro, o que é obtido graças ao controle das atitudes fonatórias e articulatórias corretas. Pois não podemos classificar uma pessoa que faça um esfôrço, seja ao nível da respiração ou dos órgãos vocais e que não saiba usar a respiração nem as cavidades de ressonância.
____Temos seis categorias principais para classificar as vozes das mulheres e dos homens. Em cada uma delas encontramos diferenças de extensão. Estas podem variar de algumas notas, de intensidade, de amplitude vocal, de volume e de timbre. Estas particularidades justificam sub-categorias e usos variáveis.
Duas vozes não fazem parte da classificação habitual. São elas: a voz de apito e a voz de falsete.
___A voz de apito é muito rara. Ela permite, a um soprano agudo, acrescentar algumas notas a extensão normal e chegar a atingir o dó6. Nesta tessitura, as cordas vocais apresentam uma pequena fenda fusiforme.

 

Vozes Masculinas.

(extensão das vozes)

Tenor                          Do2  ao  Ré 4                Voz Aguda

Barítono                  Sol1 ao  Lá3                  Voz Intermediária

Baixo                          Do1  ao  Fá3                 Voz Grave

 

Derivações da sub-classificação
DAS VOZES MASCULINAS
Tenor

 

____ Contratenor - Voz de homem muito aguda, que iguala ou mesmo ultrapassa em extensão a de um contralto (Voz Grave Feminina). Muito apreciada antes de 1800, esta é a voz dos principais personagens da ópera antiga francesa (Lully, Campra, Rameau), de uma parte das óperas italianas, do contralto das cantatas de Bach, etc.

____ Tenor ligeiro Voz brilhante, que emite notas agudas com facilidade, ou nas óperas de Mozart e de Rossini, por exemple, voz ligeira e suave. Exemplo: Almaviva, em Il barbiere di Siviglia [O brabeiro de Servilha], de Rossini; Tamino, em Die Zauberflöte [A flauta Mágica], de Mozart.

____ Tenor lírico. Tipo de voz bem próxima da anterior, mais luminosa nos agudos e ainda mais cheia no registro médios e mais timbrada.

____ Tenor dramático - Com relação à anterior, mais luminosa e ainda mais cheia no registro médio. Exemplo: Tannhäuser, protagonista da ópera homônima de Wagner

Barítono

_____ Barítono "Martin", ou Barítono francês    - Voz clara e flexível, próxima da voz de tenor. Exemplo: Pelléas, na ópera Pelléas et Mélisande, de Debussy.

_____ Barítono verdianoExemplo: o protagonista da ópera Rigolleto, de Verdi.

_____ Baixo-barítono  - Mais à vontade nos graves e capaz de efeitos dramáticos. Exemplo: Wotan, em Die Walküre [A Valquíria], de Wagner.

BAIXO

______ Baixo cantante - Voz próxima à do barítono, mais naturalmente lírica do que dramática. Exemplo: Boris Godunov, protagonista da ópera de mesmo nome, de Mussorgski.

______ Baixo profundo - Voz de grande extensão a amplitude no registro grave. Exemplo: Sarastro em Die Zauberflöte [A flauta mágica] de Mozart.




Vozes Femininas

  (extensão das vozes)

      Soprano         __   Dó3       ao         Fá5           Voz Aguda

      Mezzo      ___         Lá2        ao         Si4            Voz Intermediária

       Contralto     ___ Mi2        ao         Lá4           Voz Grave            

           Derivações da sub-classificação
DAS VOZES FEMININAS

SOPRANO

___ Soprano coloratura (palavra italiana), ou soprano ligeiro, o termo coloratura significava, na origem, "virtuosismo" e se aplicava a todas as vozes. Hoje, aplica-se a um tipo de soprano dotado de grande extensão no registro agudo, capazes de efeitos velozes e brilhantes. Exemplo: a personagem das Rainha da Noite, em Die Zauberflöte [A flauta mágica], de Mozart.

___ Soprano lírico. Voz brilhante e extensa. Exemplo: Marguerite, na ópera Faust [Fausto], de Gounod.

___ Soprano dramático. É a voz feminina que, além de sua extensão de soprano, pode emitir graves sonoras e sombrias. Exemplo: Isolde, em Tristan und Isolde [Tristão e Isolda], de Wagner.


MEZZO

____ Ou  Mezzo-soprano (palavra italiana). Voz intermediária entre o soprano e o contralto. Exemplo: Cherubino, em Le nozze di Figaro [ As bodas de Fígaro]

CONTRALTO

_____Muitas vezes abreviada para alto, a voz de contralto prolonga o registro médio em direção ao grave , graças ao registro "de peito". Exemplo: Ortrude, na ópera Lohengrin, de Wagner

 

 

Visite nossos outros Sites
Aulas de Canto
& Globo Fama



Aulas de Canto & Técnica Vocal :

______ O STUDIO MEL tem como principal objetivo é proporcionar uma sólida formação musical e tecnológica utilizando para isso, uma plataforma didática totalmente revolucionária baseada em conceitos modernos do mecanismo da mente humana.
________ O nosso sistema segue uma elaboração minuciosa e sua concepção é baseada em conceitos totalmente novos, modernos e arrojados que utilizam a sensibilidade , criatividade, auto-expressão e a lógica para desenvolver tanto o Hemisferio Direito como o Hemisfério Esquerdo de nosso cérebro gerando parâmetros de extrema eficácia que proporcionam uma formação musical sólida e consistente e alta qualidade sendo entretanto de fácil compreensão e de assimilação surpreendente.

AULAS DE CANTO
PARA ALUNOS PRINCIPIANTES
AVANÇADOS - P/PROFISSIONAIS


Veja a nossa relação de playbacks e Videos

Veja a relação de playbacks

STUDIO MEL
Aulas de CANTO com gravação de CD GRÁTIS.
Rua Valparaíso, 83 / 302 - Bairro - Tijuca. Cidade Rio de Janeiro
TELEFONES PARA CONTATO : (021) 3283-3000.

Direção Maestro ERNESTO LEAL - OMB 33.997